Qual é o verdadeiro papel dos líderes e colaboradores dentro das organizações?

 em Carreira, Liderança

Normalmente a visão que as pessoas têm de líder é a de alguém poderoso, capitão, tirano, e inúmeras vezes, o mesmo demonstra estas visões, e assim ocorrem grande afastamento destas duas classes, sendo que isso prejudica uma empresa, afinal sua evolução depende tanto do líder como dos funcionários.

No meio de uma organização, é fundamental discutir e questionar cada passo que venha até o gestor da organização. Cada organização busca em meio a muitos trabalhos, líderes qualificados para assumir um papel de gestor de uma organização. Em vista de novas formas de trabalho, enquanto o líder observa o que se passa dentro da organização.

Hoje dentro das organizações, os gestores procuram, dentro ou fora das empresas, profissionais, com diferentes ideias, qualidades, colocando-os a participar de um processo de mudança dentro da organização tirando o líder o que ele tem de melhor, visando colocar em prática e mostrar sua capacidade.

Desta forma, cada organização adota um sistema de mudança, proposto pelo seu líder ou gestor, que se coloca firme perante seus colaboradores, sendo que na ora de propor mudanças esperadas, os gestores esperam que todos reflitam que é hora de uma renovação, novos conhecimentos e aprendizagem. As pessoas que estão em postos mais altos, são dignas de um determinado poder, ou louvor.

Para melhor entendimento, é fundamental interagir com pessoas de outra realidade. Segue a teoria do “super gestor”, dotado de grandes habilidades e os sub-homens, perfil dos tradicionais trabalhadores. Porém há certo afastamento entre essas duas classes, pois em uma empresa não há apenas administradores, mas sim funcionários, onde parte das responsabilidades cabe aos mesmos, devido a isso deve haver grande entrosamento entre estas duas classes.

Através da chantagem há um retorno de valor agregado absoluto, onde trabalhadores eram tratados como animais e assim há presença de tirania. Devido ao domínio do poder absoluto é exigido dos trabalhadores o silência e a obediência, ao contrário disso os gestores devem tomar as melhores decisões e são os “donos da verdade”. Sendo assim muitas vezes os trabalhadores não tem vez. No novo contexto das organizações exige-se mais participação perante os trabalhadores.

Atualmente ainda há grande predomínio da ganância, o que é observado em vários papéis de liderança. Sua solução é reconhecer contradições e formular os problemas de administração de uma nova maneira, não excluindo estas contradições. Desde tempos mais remotos há prevalência de dois grupos principais: os que pensam que são normalmente a gerência, o poder, e os que executam que são operários, funcionários.

Nesse sentido, as pessoas de classe mais alta e de postos mais altos dentro de uma empresa buscam chegar a um nível cada vez mais elevado, buscando sempre evoluções e conquista profissional e pessoal. Ainda, as pessoas geralmente mais evoluídas num ambiente empresarial buscam poder, sucesso e riqueza, porém desmerecendo o que tem mais valor na vida. Porém haverá mudanças neste ambiente quando os líderes: a) descerem do pedestal, do poder; b) aceitarem sua imortalidade; e, c) buscarem status através do desempenho.

Portanto, quando isso for cumprido, o líder muda do conceito de capitão, habilidoso e poderoso para o de mais humilde e flexível, não tão poderoso, conforme: a) criar uma visão; b) dar o exemplo; cultivar ambiente de apoio; c) não serem tiranos; e, e) ouvir o que não têm vontade de ouvir.

Diante o exposto, essas habilidades como foco, energia, percepção devem ser desenvolvidas com todas as pessoas e não somente com os líderes, afinal é responsabilidade de todo o crescimento de um grupo, ou seja, o líder é cobrado inúmeras vezes pelo sucesso e fracasso de uma empresa. Sendo que muitas pessoas dentro da organização estão preocupadas com a si mesmas, com seu salário, com uma promoção, sem se preocupar que na maioria das vezes a organização possa estar passando por dificuldades.

Sendo que precisamos de uma organização onde todos os colaboradores possam a contribuir com novas ideias, junto com seus superiores, para que uma organização possa a continuar com seu trabalho, e reconhecimento. Por fim, a organização deve criar alternativas para promover a real participação de todos.

Link: https://bit.ly/2FsbjOu

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Contate-nos

QUEREMOS CONHECER SEU PROJETO!
Solicite nosso contato.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt