Inteligência emocional: o que é e como desenvolver a sua

 em Inteligência Emocional, Motivação, Relacionamento

A nossa mente costuma guiar nossas ações inconscientemente, porém, com inteligência emocional você pode assumir o controle. Confira! O post Inteligência emocional: o que é e como desenvolver a sua apareceu primeiro em Segredos do Mundo.

Ninguém escolhe ser o “estourado” da turma. Ninguém opta por ficar depressivo a maior parte do tempo, ou mesmo, ficar ansioso por qualquer motivo. Tudo isso acontece por causa de uma “erupção” de sentimentos que surgem dentro da gente. Inconscientemente, somos controlados por nossos sentimentos, sem ter a minima ideia de como proceder nessas situações.

É para isso que existe a inteligência emocional. Ela consiste em aprender a entender os próprios sentimentos, trabalhar eles e lidar com eles, usando-os ao próprio favor. Para aplicar esse conceito na própria vida, você precisa entende-lo. Por isso, Daniel Goleman, jornalista científico e especialista em inteligência emocional, elencou os cinco pilares da Inteligência Emocional (IE), e nós trouxemos eles até você.

Confira 5 pontos centrais da famosa inteligência emocional 1 – Conhecer

Aprender a se conhecer é o primeiro passo para agir com inteligência emocional. Isso te dá a possibilidade de começar a pensar em suas reações na hora que reage a certos estímulos. A dica de ouro nessa primeira parte é ir com calma, por que a mudança é gradual. Quanto mais você treina, melhor você fica e isso pode levar um certo tempo.

2 – Controlar

Todo ser humano sente raiva, tristeza e fica ansioso, com muita frequência. Quando passamos a lidar com essas emoções, passamos a ter um controle maior sobre a nossa vida e sobre as direções que tomamos. Quando você estiver sob pressão, deve manter a calma e começar a pensar, racionalmente, qual será a saída. Assim, você canaliza sua ansiedade e consegue lidar com a situação, seja ela qual for.

3 – Auto-motivação

Para lidar com qualquer situação, deve estar no controle, e consciente de que é você que manda. Quando você utiliza corretamente as suas emoções, é capaz de alcançar qualquer objetivo que deseja. Uma maneira de conseguir isso, é se auto-motivar. Você sabe da sua capacidade e o quanto é capaz, então é só ir que você dá conta.

4 – Empatia

Inteligência emocional também é entender o outro, não importa quem ele seja. Se coloque no lugar de alguém, e você irá entender como ele chegou até ali. Aprenda a se colocar no lugar do outro para entender seu comportamento. A empatia vai te tornar mais sensível e racional.

5 – Relacionamento

O último ponto central da inteligência emocional é saber ter boas relações, guiando as emoções dos outros. Isso criará um ambiente positivo a sua volta, melhorando não só a sua qualidade de vida, mas também contagiando aqueles ao seu redor.

Bônus: vantagens da inteligência emocional

Ainda não está convencido de que a inteligência emocional pode ser benéfica? Então vou listar alguns dos seus benefícios:

Diminuirá os níveis de ansiedade e estresse; Diminuirá de discussões nos seus relacionamentos; Melhorará os relacionamentos interpessoais; Terá mais empatia pelo outro; Mais equilíbrio emocional; Maior clareza nos objetivos e ações; Melhorará a capacidade de tomada de decisão; Melhorará a administração do tempo e produtividade; Aumentará o nível de comprometimento com suas metas; Terá mais senso de responsabilidade e uma melhor visão do futuro; Aumentará a autoestima e autoconfiança.

Link: https://bit.ly/2XsyIVQ

Fonte: Febracis

Imagens:
Sonata Brasil Psico Mentalidade de Crescimento Sbie Kronberg Intelidata Jornal do Empreendedorismo 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Contate-nos

QUEREMOS CONHECER SEU PROJETO!
Solicite nosso contato.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt